Notícias locais

7 de abril de 2021

Pernambucanas cresce 1.081% no e-commerce


Mesmo diante de um ano com intensas restrições de funcionamento em função do coronavírus, a Pernambucanas encerrou 2020 com um crescimento de 1.081% no faturamento do e-commerce, além de atingir o recorde na abertura de lojas físicas, que totalizaram 38 unidades, e EBITDA ajustado positivo em R$ 358 milhões.

Os dados divulgados pelo balanço financeiro da companhia mostraram que a Pernambucanas obteve uma retomada com crescimento em vendas no varejo de 14% no ano, em plena pandemia. Essa conquista, segundo a empresa, se deve ao resultado da qualidade no atendimento aos clientes, com NPS (Net Promoter Score) em 77, impulsionado pelo alto índice de engajamento dos mais de 14 mil colaboradores com o e-NPS (Employee Net Promoter Score) em 86.

As iniciativas figitais, que integram os universos Físico e Digital, também contribuíram em 2020. A venda pelo Whatsapp, no modelo drive thru, se tornou mais um canal de compra aos clientes e adicionou R$ 38 milhões em vendas no ano. O “Clique e Retire”, modelo que permite a compra pelo aplicativo da marca e retirada em uma das lojas físicas, passou a representar 38% das vendas dos canais onde a modalidade é aplicável. E dessa forma, as vendas figitais, após o crescimento de 65% no ano, passaram a ter representatividade de mais de 15% no total, representando um acréscimo de 6% contra o ano anterior.

Diante dessas medidas, a Pernambucanas expandiu a base de clientes figitais, que são os que apresentam maiores NPS (com 3 pontos a mais), a frequência de compra (com mais de 67%) e o ticket médio (mais de 109%).

“Nossa cultura une resiliência e valores sólidos, por isso a Pernambucanas escolheu enfrentar esta crise com coragem. Acolhemos nossos colaboradores, clientes e fornecedores durante a pandemia, beneficiando milhares deles com carência, renegociações e crédito. A Pernambucanas encerra o ano de 2020 com o marco de 412 lojas, combinando resultados financeiros com prosperidade social, e segue firme transformando o seu propósito de evoluir junto com as famílias brasileiras”, afirma Sergio Borriello, CEO da Pernambucanas.

Em 2020, a companhia também inovou, por meio da Pefisa, braço financeiro do grupo. Foi a primeira fintech do varejo a receber autorização para operar o PIX, implantado em 100% das unidades com mais de 306 mil chaves cadastradas. Com isso, a Pefisa totalizou mais de 5 milhões de Contas Digitais Pernambucanas, 1,2 milhão de cartões emitidos, e R$ 3 milhões transacionados na Carteira Digital Pernambucanas.

Os planos de expansão também não pararam. Foram abertas 38 lojas, em diversas regiões do País, gerando 1.100 empregos diretos que somaram R$ 125 milhões em vendas, 43 mil apólices de seguros, 55 mil assistências, 115,5 mil cartões emitidos e 40,5 mil Contas Digitais Pernambucanas ativadas.

 

Voltar para Notícias

parceiros