Notícias locais

14 de outubro de 2019

Varejo da região deve gerar 1700 temporários para o Natal


Vagas abertas

Os empregos temporários, muitas vezes, são a porta de entrada das pessoas para o mercado de trabalho. Vale para os jovens que buscam a primeira oportunidade, para os que estão desempregados ou ainda para quem pretende mudar de área.

 

E não há melhor momento para isso, que o final de ano. De acordo com um estudo realizado pelo Sincovat (Sindicato do Comércio Varejista de Taubaté e região), o comércio da RM Vale, deve contratar 1700 trabalhadores temporários por conta do Natal e também da Black Friday. Esse número é 10% maior, em relação aos contratados em 2018.

 

Metade das vagas deve ser aberta pelo varejo de vestuário, tecidos e calçados. Os supermercados concentrarão cerca de 25% das oportunidades  e o restante será dividido, principalmente, entre os segmentos de eletrodomésticos; eletrônicos e lojas de departamentos; móveis e decoração; farmácias e perfumarias. Entre os cargos mais requisitados para este período estão o de vendedores, caixas, repositores de estoque, balconistas e seguranças.

 

A pesquisa estima ainda que 15% do total de temporários têm boas possibilidades de serem efetivados. Segundo o presidente do Sincovat e vice-presidente da Federação do Comércio do Estado de São Paulo, Dan Guinsburg, a expectativa para este ano está melhor, tanto pela conjuntura geral, quanto pelos resultados do setor, que vem apontado alta.

 

“O emprego é um investimento por parte do empresário e, ele investe mais quando a situação econômica está favorável. Em 2019, o comércio tem apresentado um resultado melhor do que os últimos 3 anos e isso vai refletir nas contratações. Tanto o consumidor, quanto o empresário está mais confiante”, explica Dan.

Outro fator que reforça essa análise é o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC), medido pela FecomercioSP, que atingiu 115,3 em setembro,  – alta de 13,2% em relação ao mesmo mês de 2018.

Estado de São Paulo  – A previsão da FecomercioSP é de que o varejo paulista contrate 33 mil trabalhadores temporários para o fim do ano, aumento de 7,86% em relação aos 30,6 mil registrados em 2018. Só na capital serão 12 mil vagas abertas.

 

Voltar para Notícias

parceiros