Notícias locais

9 de janeiro de 2020

Venda de material escolar movimenta papelarias da região


Com a grande demanda de materiais escolares, aumenta quadro de funcionários e estende o horário de funcionamento de papelarias

O ano mal começou e já tem setor do comércio trabalhando bastante. Janeiro costuma ser um mês fraco para alguns estabelecimentos mas, a volta às aulas, está movimentando as papelarias da região.

De acordo com o Sincovat (Sindicato do Comércio Varejista de Taubaté e Região), algumas lojas costumam aumentar o quadro de funcionários em até 20% e estender o horário de funcionamento para atender os clientes, que costumam carregar grandes listas de materiais escolares nas mãos.

Segundo a Abfiae (Associação Brasileira dos Fabricantes e Importadores de Artigos Escolares), os itens devem estar, em média, 8% mais caros do que em 2019.

O presidente do Sincovat e vice-presidente da FecomercioSP, Dan Guinsburg, explica que a dica é sempre igual – os consumidores devem pesquisar antes de comprar. “Todo ano é a mesma coisa – os pais devem ficar atentos em razão da grande variação de preço, quantidade e qualidade dos materiais. Não deixar para última hora e não levar os filhos juntos para fazer as compras, se quiser economizar”, explica.

Voltar para Notícias

parceiros